O treinador do Moreirense, Manuel Machado, garantiu esta sexta-feira que olha para a deslocação a Canelas, em jogo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, como olharia se fosse "a Oliveirense, o Benfica ou o Sporting".

"Não estou preocupado. A preocupação é exatamente a mesma. A Taça de Portugal é uma prova importantíssima, é a segunda mais importante do calendário, por isso olhamos para o Canelas como olharíamos para o Oliveirense, Benfica ou Sporting. O objetivo é ir o mais longe possível, se possível chegar à final, e isso obriga-nos a passar cada uma das eliminatórias", disse o técnico dos minhotos.

Manuel Machado respondia aos jornalistas à margem da conferência de imprensa de antecipação do jogo de sábado - deslocação ao terreno do Paços de Ferreira, a contar para a 8.ª jornada da Liga NOS -, tendo-se escusado a comentar se a equipa está indiferente aos casos que no passado ligavam o Canelas a situações de violência.

"Não tenho nada a dizer sobre isso. O Canelas é uma equipa de futebol e vai jogar dentro daquilo que é o quadro regulamentar, ponto final", referiu Manuel Machado.

O sorteio para a terceira eliminatória da Taça de Portugal realizado quinta-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que o Moreirense defronte o Canelas, do Campeonato de Portugal, no dia 15 de outubro.

Para Manuel Machado, "as equipas do Campeonato de Portugal, e mesmo mais para baixo, hoje jogam muito bem" porque o "quadro de treinadores atual tem grande qualidade".

"Não tendo à sua disposição os praticantes de nível igual aos da Liga, os processos e as condições de trabalho são semelhantes. Felizmente que assim é, as condições de trabalho que existem no Moreirense existem igualmente no Canelas. Depois, há o tal fator motivacional, que muitas vezes esbate a diferença. Queremos ir longe na Taça. Saiu-nos o Canelas, é com máximo respeito que vamos defrontá-los", finalizou.

Autor: Lusa