O Moreirense anunciou esta terça-feira a saída de Sérgio Vieira, tornando-se no terceiro clube a trocar duas vezes de treinador na edição 2017/18 da Liga, depois de P. Ferreira e Aves.

Sérgio Vieira tinha sucedido a Manuel Machado no comando técnico da formação de Moreira de Cónegos, após a 10.ª jornada, orientando o clube em 12 jogos, deixando-o no 17.º lugar, com 19 pontos.

A saída de Sérgio Vieira do emblema do concelho de Guimarães ocorre no dia seguinte à derrota caseira frente ao Estoril, por 2-1, num encontro em que a equipa anfitriã esteve a vencer.

Além da saída do treinador, o clube deu conta de que o plantel vai preparar o próximo encontro, diante do Desportivo de Chaves, sob orientação do preparador físico Leandro Mendes, que fazia parte da equipa técnica do Moreirense e que já comandou o clube interinamente em 2016/17, na visita ao Benfica (derrota por 3-0), após o despedimento de Pepa.

Na presente edição do campeonato, também trocaram duas vezes de treinador o Paços de Ferreira, que começou a época com Vasco Seabra, prosseguiu com Petit e é agora orientado por João Henriques, e o Desportivo das Aves, agora orientado por José Mota, depois de Ricardo Soares ter sido sucedido por Lito Vidigal.

Entre as nove 'chicotadas psicológicas' na Liga, além das seis protagonizadas por estes clubes, contam-se ainda as saídas de técnicos de Boavista, Estoril e Belenenses, com as entradas de Jorge Simão, Ivo Vieira e Silas, para os lugares de Miguel Leal, Pedro Emanuel e Domingos Paciência, respetivamente.

Autor: Lusa