O treinador do P. Ferreira, João Henriques, considerou esta quinta-feira "fundamental" vencer o Tondela e fazer valer o fator casa frente a um adversário direto no arranque da 22.ª jornada da Liga NOS, na sexta-feira.

"Temos a responsabilidade de jogar em casa e de somar os três pontos, de colocar dificuldades ao adversário, de não ser surpreendido por aquilo que vai ser o jogo do Tondela. A equipa está bem, está confiante, e, com um bom jogo e uma boa atitude, os pontos ficarão na Mata Real", disse João Henriques, na conferência de antevisão ao jogo de sexta-feira.

O técnico pacense acentuou a importância de conquistar os três pontos, por considerar que "o empate não serve a ninguém" e "apenas será um mal menor para as duas equipas", reconhecendo no adversário "uma equipa que vem de um ciclo menos positivo e que vem procurar ânimo para enfrentar esta última fase do campeonato".

"São duas equipas a precisar de pontos. Nós temos 21, o Tondela tem 22. Nós estamos numa fase boa, estamos confiantes e a demonstrar qualidade de jogo, mas com aspetos a melhorar e que analisámos durante estas três partidas, onde não foi tudo perfeito", sublinhou o técnico.

João Henriques falou em "ambição, coragem e atitude" como os pressupostos para mais um jogo no estádio Capital do Móvel, com o firme propósito de "fazer deste campo a mais-valia para a conquista de pontos até ao final da época, independentemente do adversário", admitindo adaptar algumas situações em função do Tondela, mas sem nunca mexer na ideia de jogo.

"Podemos adaptar determinadas situações, para tentar ultrapassar as debilidades dos adversários e potenciar as nossas capacidades, mas mantemos uma ideia de jogo. Foi isso que fizemos nos três jogos anteriores, é isso que vamos fazer com o Tondela. Temos a estratégia montada, o nosso plano de jogo está definido e não queremos ficar, no final, com o sentimento que ficou em Guimarães, que foi o de sentirmos que fizemos um jogo bom e que o resultado não correspondeu àquilo que fizemos nos 90 minutos", referiu.

Para João Henriques, o Paços vai "privilegiar ter bola" e ser uma equipa "reativa à perda" de bola, procurando aliar "qualidade de jogo e pragmatismo dos pontos".

"Queremos consolidar a nossa posição na tabela e, se vencermos, como desejamos, ultrapassamos mais uma equipa. É isso que vamos procurar fazer, jogo a jogo, com a preocupação de olhar sempre para cima na tabela classificativa", concluiu.

O P. Ferreira, no 13.º lugar, com 21 pontos, defronta o Tondela, 11.º, com 22, no estádio Capital do Móvel, na sexta-feira, a partir das 20h30, no jogo inaugural da 22.ª jornada da Liga NOS.

Autor: Lusa