O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, considerou que a derrota da sua equipa frente ao Benfica, por 2-0, este sábado, foi justa e admitiu que a equipa podia ter ido para o intervalo a perder por mais do que um golo.

"Sabíamos que o Benfica queria demonstrar a revolta por tudo o que se estava a dizer. Queríamos ser consistentes defensivamente, ser agressivos e estávamos a conseguir, mas não a ligar para sair da pressão e projetar a equipa para a frente. O Benfica acabou por ter um ritmo muito forte, e tivemos alguma felicidade por terminar a primeira parte só com um golo sofrido, já que eles criaram algumas oportunidades", considerou à BTV.

Ainda assim, o treinador dos castores mostrou-se satisfeito com a equipa no segundo tempo. "Na segunda parte, o jogo foi diferente. Conseguimos dividir mais o jogo, ter mais a bola e ter claras situações de finalização. Mantivemos o jogo equilibrado até ao final. Isso não retira a justiça do resultado, mas o que nos satisfaz é ver que demos uma resposta mais capaz e de acordo com o que queremos fazer. Provámos que estamos no caminho certo".