Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Folha recusa cenário de pressão

Treinador do Portimonense aposta numa vitória na receção ao Santa Clara

• Foto: Ricardo Nascimento
O Portimonense ainda não ganhou qualquer jogo oficial esta época, nem marcou golos, mas o treinador António Folha garante não sentir "qualquer tipo de pressão, além da diária, que nos obriga a darmos sempre o nosso melhor em cada treino, no sentido de criarmos condições para estarmos bem no compromisso seguinte".

O treinador garante que não sente "qualquer incómodo" e lembra que ainda na época passada "equipas que tinham um ponto à quinta jornada acabaram por lutar pelo acesso às competições europeias e o próprio Portimonense somou quatro derrotas nas cinco primeiras jornadas, fazendo depois uma campanha tranquila".

Folha não esconde, porém, que "é melhor trabalhar num ambiente de vitórias, pois tudo fica mais descontraído. Ninguém gosta de perder e queremos inverter esta situação, que não é o fim do mundo, longe disso, sendo seguro que diante do Santa Clara jogaremos sem medo e sem pressão, na procura de um triunfo".

O treinador do Portimonense refere que "não merecemos perder o primeiro jogo do campeonato, com o Boavista, e frente ao Chaves até aos golos do adversário estivemos muito bem, criando várias situações de perigo. Nenhum opositor foi, até agora, claramente melhor que nós, embora saibamos que aqui e ali podemos e temos de melhorar".

O responsável técnico dos alvinegros mostra satisfação por já dispor de Paulinho, reforço proveniente do FC Porto: "É mais um que nos pode ajudar, com a vantagem de conhecer bem o Portimonense (trocou os alvinegros pelos dragões em janeiro último)", referiu Folha.

Paulinho "esteve algum tempo sem competir e teremos sempre de considerar a sua condição física, mas pode acrescentar algo à equipa, assim como todos os outros, que têm trabalhado muito para inverter o atual quadro".

Folha lamenta "alguns percalços e situações com as quais não contávamos mas sou o treinador e cabe-me encontrar soluções", referindo-se em concreto "às lesões dos defesas Marcel e Jadson e à saída do ponta-de-lança Pires, o que nos levou a alterar a organização de jogo. Começámos de uma forma (com três centrais), com Marcel e Jadson a conferirem consistência atrás e qualidade na saída de bola, e tivemos de mudar (para um tradicional 4x3x3) por não encontrarmos no plantel elementos para aquele tipo de jogo e vivemos agora uma fase em que estamos a cimentar essa nova estrutura".

Com a alteração "não morre ninguém e queremos apenas encaixar da melhor maneira os jogadores neste sistema, pois tivemos de mudar devido a um conjunto de contingências".

Jadson e Marcel continuam entregues ao departamento médico e são os únicos indisponíveis para a receção ao Santa Clara.
Por Armando Alves
Deixe o seu comentário
  • Portimonense
    -
    Santa Clara
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 2.2
    3.3
    3.45
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M