Vítor Oliveira, treinador do Portimonense, mostrou-se satisfeito pela vitória desta segunda-feira diante do Feirense.

"Foi uma entrada forte, apanhámos o Feirense desprevenido, principalmente o seu quarteto defensivo, que cometeu vários erros. Fizémos dois golos e criámos mais duas ou três situações de finalização. Os primeiros trinta minutos foram completamente dominados pela nossa equipa, e depois o Feirense mudou um bocado a sua estrutura e tivemos alguma dificuldade em nos adaptarmos. Voltámos a entrar bem na segunda parte, podiamos ter feito o 3-1, não o fizemos, e depois com o decorrer do tempo a ansiedade apoderou-se da nossa equipa. O passado recente não é famoso, com muitas derrotas seguidas, e começámos a ter alguma dificuldade a segurar o jogo. Foi uma vitória justa, difícil, mas inteiramente merecida", referiu o técnico.

Segue-se o FC Porto e Vítor Oliveira admite que será um jogo difícil: "Vamos ao Porto tentar discutir o jogo, a percentagem que nos cabe é reduzidíssima, mas vamos jogar nessa possibilidade. Tal como o fizemos contra o Benfica, vamos tentar chatear o FC Porto. Esta vitória dá-nos confiança, sabemos que temos pouco a perder e muito a ganhar e vamos tentar apostar na surpresa".

Por fim, o técnico falou de Nakajima, reforço japonês que marcou os dois golos na vitória desta segunda-feira: "Quanto ao Nakajima, é um processo evolutivo e tem sido importante, principalmente na qualidade do nossos futebol ofensivo. É um jogador com muita velocidade, tecnicamente evoluído, muito versátil e com grande capacidade de 'drible', com explosão e um bom finalizador. Tem sido uma agradável surpresa e se a adaptação for boa, pode ser uma das revelações deste campeonato".

Autores: Lusa e Luís Miroto Simões