Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Zambujo solidário com Dener

Antigo colega diz que foi dos melhores profissionais que encontrou

• Foto: Filipe Farinha
Zambujo, atualmente ao serviço do Louletano e que durante quatro anos foi colega de Dener no Portimonense, lamentou esta segunda-feira o episódio vivido pelo médio no jogo com o Santa Clara, quando foi substituído e a braçadeira de capitão caiu ao chão.

"Foi um dos melhores colegas que tive no Portimonense, sempre bem-disposto e grande exemplo de profissional, sempre pronto a ajudar e um grande ser humano. Devido a lesões prolongadas, passou por momentos difíceis, que acompanhei de perto, mas mesmo impossibilitado de ajudar a equipa em campo era dos que mais força transmitia ao grupo", refere Zambujo, que representou os alvinegros entre 2011/12 e 2016/17.

No último sábado Zambujo estava no Estádio Municipal de Portimão quando ocorreu o incidente. "Comentei de imediato com as pessoas que estavam a meu lado que ele não fez aquilo com o intuito de desrespeitar alguém, pois, pelo que conheço do Dener, ele queria mesmo era sair do campo o mais rapidamente possível, para a substituição ser feita", assinala.

Zambujo compreende "a revolta dos sócios do Portimonense" mas, garante, "acredito que o Dener, como exemplo de profissional que é, não agiu com o propósito de os ofender ou de desrespeitar o emblema que trás ao peito e só quem não o conhece pode pensar de forma diferente".

No balneário do Portimonense cresceu uma relação de amizade entre Zambujo e Dener que se mantém até hoje e o atual jogador do Louletano envia "um abraço enorme ao Dener, pedindo-lhe para continuar a ser o profissional e a pessoa que sempre foi".
Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M