Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Abel Ferreira: «Era esta a resposta que estava à espera»

Treinador do Sporting de Braga elogia atuação dos seus pupilos

• Foto: Simão Filho
O Sp. Braga levou de vencido o Aves, isto depois de ter estado a perder e, no fina do encontro, Abel Ferreira mostrou-se naturalmente feliz pelo resultado (3-1) e também pela forma como a sua equipa se exibiu em campo.
"Era esta a resposta que eu estava à espera que os jogadores dessem. Foi uma vitória justa, da melhor equipa em campo, a todos os níveis.

Relacionadas

O Fábio Martins fez aquilo que os treinadores adoram. Eu disse-lhe antes do jogo começar que as partidas não se ganham com 11, mas com 14. Não estava à espera de outra coisa dele. Fez a melhor semana de treinos desde que começou a época. Foi premiado com uma boa exibição, fruto do trabalho dele durante a semana.

Digo sempre aos jogadores para fazermos o melhor com os recursos que temos. Foi mais uma vez evidente a alma desta equipa, pela forma como jogou, pela forma como encostou o adversário às 'cordas', pela forma como lidou com a adversidade, ao sofrer um golo. Para mim, a diferença dos jogadores ao mais alto nível está aí: em ser capaz de, durante o jogo, ter foco na tarefa durante 90 minutos.

Mais conforto após o regresso aos triunfos?

Não sou treinador há muito tempo da Liga NOS, mas sei viver o futebol mais pelo lado racional do que pelo lado emocional. Às vezes, metem-se as equipas no 'oito' e no '80', e cabe-nos pugnar pelo equilíbrio. Para mim, a única coisa que altera entre uma vitória e uma derrota é o meu estado emocional. Quando ganho, sinto-me feliz. Quando perco, sinto-me triste, mas com a consciência de que diz o melhor. O futebol é mágico pela incerteza do resultado.
Fecho do mercado

Muito honestamente, eu quero mesmo é que estejam disponíveis [os que faltam]. Estou à espera do Ricardo [Ferreira], do Rosic, do Raúl [Silva]. Quero dedicar este triunfo ao Marafona, ao Murilo, ao Lucas, ao Ryller. Têm sido solidários com o grupo de trabalho. Para eles, fica o meu muito obrigado. [Também] aos outros, que, por opção minha, não jogaram, mas muito contribuíram para o sucesso da equipa

Contributo de Palhinha
Conheço-o muito bem. Fui buscá-lo [no Sporting] ao Sacavenense, quando era júnior. Ele é que tem de responder dentro de campo. O guião que eu lhe dou, ele tem de o saber. Está muito bem descrito o que tem de fazer em cada momento de jogo. É mais uma solução para o Sporting de Braga."
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Reentra Claudemir

Brasileiro é a solução imediata para o meio-campo na ausência de João Palhinha
Notícias

Notícias Mais Vistas

M M