José Vicente Moura alegou "circunstâncias ligadas" à sua saúde, bem como "agora, não ter condições pessoais" para pedir a sua demissão do cargo de vice-presidente do Sporting.

Num email enviado anteontem ao fim da tarde a Jaime Marta Soares e Bruno de Carvalho, com conhecimento de Rui Caeiro, o Comandante recorda que já tinha pedido para não ser incluído na lista que venceu as eleições a 4 de março, devido a "fundamentalmente, circunstâncias de saúde".

No documento, a que Record teve acesso, Vicente Moura pede a Jaime Marta Soares "que aceite o pedido irrevogável de demissão do cargo que vinha exercendo". E termina a "agradecer o privilégio concedido pelos sócios e pelo Dr Bruno de Carvalho, para servir o Sporting". "Desejo, sinceramente, êxitos pessoais a todos os membros dos Corpos Sociais do Clube, de quem recebi sempre provas de consideração, em especial para o Presidente, a quem desejo as maiores felicidades, também pessoais e ao serviço do Sporting Clube de Portugal", conclui.