Além dos jogadores considerados transferíveis (casos de Schelotto, Douglas, Zeegelaar e Bryan Ruiz), o Sporting tem ainda em mãos um dossiê delicado, não pela vontade do clube em vender, mas sim pela ausência de ofertas que vão ao encontro das pretensões de Bruno de Carvalho e de Adrien Silva.

Segundo foi possível apurar, até ao momento ainda não chegou a Alvalade uma oferta convincente para as partes envolvidas no negócio (do lado verde e branco, claro).

Além dos 20 milhões de euros oferecidos pelo Tottenham ainda numa fase embrionária do mercado, a verdade é que nenhum clube atingiu a marca dos 30 milhões de euros definida por Bruno de Carvalho. A próxima semana deverá ser decisiva para definir o futuro imediato de Adrien Silva.