Após quase dois meses a treinar no Vasco da Gama, o próximo passo de Bruno Paulista será... o regresso a Alvalade. O médio ainda está no Brasil, mas o seu empresário já aterrou em Lisboa para discutir o futuro do jogador, que não foi inscrito pelo Vasco dado o desacordo entre as restantes partes envolvidas: Sporting, Bahia e Recreativo Caalá.

O negócio falhou porque o Bahia, com quem o médio tem contrato até 31 de dezembro de 2018, e os leões, que nessa altura comprariam Paulista através do R. Caalá, não chegaram a acordo quanto ao tempo de empréstimo. A cedência prolongar-se-ia até 30 de junho de 2018, por isso Paulista regressaria ao Sporting com apenas seis meses de contrato, o que significa que seria um jogador livre. O Sporting quer que o Bahia renove com o médio por mais um ano, mas o clube brasileiro vai a eleições e por isso não quer tomar uma decisão definitiva.

Temas:

Paulista