Bruno de Carvalho acusa a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de desrespeitar a verdade e a história. A indignação do presidente do Sporting prende-se com o facto de a FPF contabilizar 18 títulos nacionais para o Sporting e não os 22 reclamados pelo líder dos leões.

"A atitude da FPF de actualizar os títulos nacionais, hoje no seu site, desrespeitando a verdade e a história, demonstra a incompetência e a cobardia dos seus dirigentes, que tudo defendem menos a verdade desportiva e o futebol", escreveu no Facebook.

Bruno de Carvalho afirma ainda que 2016 é um ano negro do futebol nacional e que o Sporting como instituição centenária merece respeito.

"O ano de 2016 é, depois do apito dourado, o período mais negro do futebol português e os seus actuais dirigentes máximos os grandes responsáveis. O tempo dos portugueses corajosos, inteligentes, justos e responsáveis já lá vai. Agora esses são só os cidadãos comuns, tendo ficado o dirigismo máximo desportivo entregue ao oposto, o que muito nos deve entristecer e envergonhar. Se acham que estas atitudes ficam sem resposta estão muito enganados, pois a verdade vem sempre ao de cima, mesmo que seja necessário escavar no esgoto até lá chegar. Somos 3,5 milhões de Sportinguistas, que amam uma Instituição centenária, que merecem e exigem respeito", pode ler-se. 

Autor: Marta Correia Azevedo