Bruno de Carvalho reagiu esta segunda-feira à conferência de imprensa dada domingo à noite por Madeira Rodrigues. O presidente leonino considerou que o adversário na corrida à presidência do Sporting (as eleições estão marcadas para sábado, deu mais um exemplo que "consegue superar o que de pior pode existir num ser humano".

"Fala de uma gravação em que cai a máscara a alguém e é de forma consciente e alegre que à frente das câmaras da TVI ofende um sócio cinquentenário e o clube. Quando achamos que a falta de respeito e vergonha já não podem ser ultrapassados, eis que este candidato consegue sempre superar o que de pior pode existir num ser humano, já não havendo máscara que o consiga esconder", pode ler-se no ponto 7 do post comunicado no Facebook.

Bruno de Carvalho acrescenta que com as afirmações feitas domingo na "patética conferência de imprensa", Madeira Rodrigues só vieram "comprovar" o que sempre tinha dito quanto à restruturação.

"O candidato da Lista A passou a campanha a dizer que a reestruturação estava feita quando eu cheguei e que nada fiz e, afinal, faz uma patética conferência de imprensa com uma gravação de 2013 que só veio comprovar o que eu sempre disse: não existia nenhuma reestruturação financeira feita, que o plano era o Sporting CP perder a maioria da SAD e que estávamos numa pré-falência que todos julgavam ser uma "morte anunciada", refere o presidente do clube leonino, frisando:

"Afinal eu tinha razão e apenas o trabalho de 24 horas por dia, o amor incondicional que tenho por este clube e a defesa constante e intransigente do Sporting Clube de Portugal, conseguiram inverter esse caminho, colocando os Sócios no centro de todas as decisões, mantendo o controlo da SAD e fazendo uma recuperação económica que todos os "especialistas" diziam à época ser impossível e que hoje, os verdadeiros especialistas, elogiam."

Autor: Sandra Lucas Simões