Bruno de Carvalho reagiu à advertência da UEFA, na sequência de duas publicações feitas no seu Facebook pessoal a propósito do desempenho dos árbitros nas partidas com Barcelona e Juventus, na Liga dos Campeões.

Poucas horas após o comunicado da UEFA, divulgado esta terça-feira, o presidente justificou os comentários com "pura ironia", revelando que a UEFA estará este ano mais uma vez presente no ‘The Future of Football’, congresso internacional organizado pelos leões.

Os comentários em causa reportam-se às receções a Barcelona e Juventus, a 27 de setembro e 31 de outubro, respectivamente. No duelo com os catalães, que os leões perderam por 1-0, visou Ovidiu Hategan, referindo que o romeno devia ter recebido a Bola de Ouro, prémio que "distingue a cada ano o melhor artista do futebol".

Já com os italianos, que em Alvalade empataram (1-1), BdC admitiu ter saído "revoltado" com o desempenho do francês Clement Turpin. "Se com o Barcelona ficou claro que a Bola de Ouro iria para um romeno, neste ficou claro que a melhor ‘máscara de Halloween’ foi para um francês", escreveu.

Autor: Ricardo Granada