O Sporting entende que o V. Setúbal não se pode opor ao 'resgate' de Ryan Gauld e André Geraldes, ao abrigo do acordo assinado no início da época entre os dois clubes e que está registado na Liga.

Para os leões, o contrato de empréstimo já prevê a interrupção da cedência temporária, pelo que isso estabelece o mútuo acordo necessário para que os dois futebolistas possam ser resgatados.

O emblema de Alvalade entende que o caso é em tudo igual aos de João Palhinha, que deixou o Belenenses no início deste defeso para regressar à Alvalade, e de Rúben Semedo, 'resgatado' ao V. Setúbal a meio da época passada.