Fábio Coentrão falhou o clássico com o FC Porto por se ter ressentido de um problema na coxa esquerda contraído no início de setembro ao serviço da Seleção Nacional. Debeladas as limitações, o lateral-esquerdo integra agora um plano específico de treino na Academia Sporting para, tal como Jorge Jesus admitiu no pós-Barcelona, poder ter as "pernas fresquinhas", ou seja, poder jogar com regularidade sem qualquer tipo de problema.

Numa entrevista à ‘Marca’, publicada um dia antes do embate com os culés, o treinador dos leões também assegurou que, dentro de um mês, Coentrão iria ser o jogador a que JJ se habitou no Benfica. Para isso, precisa de cumprir o que lhe foi estabelecido em conjunto por equipa técnica e departamento clínico.