O assunto André Carrillo continua na ordem do dia no Peru, tendo esta terça-feira o empresário do jogador falado à imprensa local sobre a situação, deixando claro que o extremo está disposto a cumprir o seu contrato e jogar pelos leões.

"O André tem contrato e está apto para o cumprir. O Sporting tomou a lamentável decisão de o afastar, porque ele não quer aceitar o que eles querem que aceite. Há que acatar a decisão do clube, que por agora o suspendeu", começou por dizer, em declarações à RPP Noticias, aproveitando para responder a Bruno de Carvalho.

"Gostava que mostrassem a documentação, que digam que não fomos a reuniões; que as reuniões estavam combinadas. Que mostrem a última oferta oficial... Que mostrem isso e depois as pessoas podem dizer se o Elio e o Carrilo têm culpa", pediu o representante do avançado.

Por outro lado, Casareto assegurou que não será tomada qualquer decisão quanto ao futuro, nomeadamente em relação a outro clube, até janeiro: "Como representante tenho algumas abordagens, mas não vamos tomar nenhuma decisão até janeiro. Estamos à espera que o Sporting abandone esta ideia e que o André seja livre de exercer a sua profissão. Porque, além disso, o treinador saiu publicamente a dizer que a decisão era puramente administrativa. Não aceitamos e não permitimos isto. Com pressões deste tipo, não vamos voltar a falar."

A finalizar, o agente do peruano deixou claro que esta paragem não irá afetar o rendimento do jogador, nem uma possível mudança para outro clube: "Quem viu o André a jogar sabe o que ele vale. Muitos surpreenderam-se com esta decisão administrativa. Todos sabemos que o André é um profissional de primeira, valorizado por colegas, adeptos e por quem gosta de futebol. É um rapaz magnífico e isto não vai afetar o seu futuro".

[videopub:http://spvd.i.xl.pt/yAIlUzUM10OtD9z3psZw.jpg|http://spvd.v.xl.pt/yAIlUzUM10OtD9z3psZw.mp4|290|240]