Os intermediários que agiram a mando do Sporting garantem ter corrompido João Aurélio, central do Guimarães, na 3.ª jornada da I Liga quando o Sporting ganhou por 5-0 aos vimaranenses, em agosto do ano passado. 

Conversas recuperadas do telemóvel de Paulo Silva dão conta de que o pagamento foi feito nas imediações do Estádio D. Afonso Henriques um dia a seguir ao encontro. Rezam as crónicas da altura que João Aurélio foi determinante no segundo golo do Sporting, tendo sido ele que esteve na origem do lance que deu início à goleada. 

João Aurélio será agora um dos próximos alvos da Polícia Judiciária e poderá ser indiciado por corrupção passiva. É indiferente se a corrupção se consumou para que o crime se verifique.

Autor: Correio da Manhã