Faltam mais de dois meses para a reabertura da janela de transferências, mas Jorge Jesus já definiu a sua prioridade para o reforço do plantel em janeiro. Record sabe que o técnico quer contratar um ‘oito’ com características semelhantes às de Adrien, médio que nas últimas quatro temporadas assumiu um papel preponderante na equipa do Sporting – e que, reconheceu o treinador, vai deixar saudades em Alvalade.

Sendo impossível ‘clonar’ o antigo capitão dos leões, JJ identificou, em conjunto com a SAD, as características desse eventual reforço: quer um futebolista de créditos firmados, com facilidade em ler os momentos do jogo e que possa liderar o processo defensivo, com o foco no primeiro momento de pressão ao adversário.

"O Adrien tem uma influência muito grande quando a equipa está a defender. Parece fácil, mas nem todos o sabem fazer. Tem o ‘timing’ certo e sem ele perdemos capacidade de pressão", explicou Jesus em janeiro deste ano, no pós-receção ao Feirense, jogo que ficou marcado pela saída do 23 perto do intervalo, lesionado (um traumatismo na coluna cervical).

As próximas semanas serão, então, decisivas na identificação dos alvos que reúnam todas estas premissas, quer por parte do departamento de prospeção dos leões, quer por parte dos empresários que trabalham próximo da SAD do Sporting. É uma pasta que Jesus quer ver resolvida com critério, mas também com celeridade, podendo contar com essa ‘peça’ logo nos primeiros dias de 2018.

Exigência determinante

A intenção de Jorge Jesus em contratar alguém para reforçar meio-campo prende-se com a sua crença de que o leão poderá estar inserido na decisão por todas as competições a nível interno (campeonato, Taça de Portugal e Taça CTT), assim como continuar a competir na Europa em 2018, seja na Liga dos Campeões, seja na Liga Europa. Apesar de ter elogiado o esforço da SAD em dar-lhe soluções para uma época exigente, JJ entende que para tentar cumprir com os objetivos estabelecidos para 2017/18, precisa de mais um elemento para acrescentar qualidade ao plantel.

Battaglia assumiu papel de 'sucessor'

Rodrigo Battaglia, médio contratado esta temporada ao Sp. Braga, tem sido o futebolista mais vezes utilizado na posição de Adrien desde a saída do capitão para o Leicester.

A regularidade do argentino, de 26 anos, foi elogiada por Jorge Jesus diversas vezes esta época: apesar de o técnico considerar que ‘Batta’ é um futebolista diferente do antigo 23 (um ‘destruidor’ nato), tem confiança total nas suas capacidades – e é por isso que o sul-americano é o único jogador do plantel que participou nos 13 jogos oficiais desta época.

Mas para além de Battaglia, e num sinal claro de que Adrien deixou mesmo saudades, existem outros nomes que já ocuparam a posição ‘oito’: Bruno Fernandes, na receção ao Steaua, a contar para o playoff da Champions, ou William Carvalho, sucessor do jogador dos foxes como principal capitão do Sporting que já chegou a subir no meio-campo por troca direta com... Battaglia.


Autor: Bruno Fernandes