Pedro Madeira Rodrigues apresentou esta terça-feira a sua candidatura à presidência do Sporting, começando por se dirigir a Bruno de Carvalho.

"Começo por me dirigir ao ainda meu presidente Bruno de Carvalho. Da minha parte, e para bem do nosso clube, garanto elevação e respeito nesta campanha e espero o mesmo de si, lembrando que somos ambos sportinguistas. Foi importante o que fez pelo clube em determinado momento, por romper uma espécie de dinastia que o estava corroer. Infelizmente não foi capaz de manter um projeto coerente e sustentável. Hoje limitamo-nos a navegar à vista, sem rumo", comentou o candidato.

Madeira Rodrigues deu mesmo o exemplo dos diferentes comportamentos do atual presidente no final de dois jogos: "O modelo de gestão de Bruno de Carvalho está esgotado e isso é evidente no que ele diz e no ele que faz. Não são admissíveis atitudes públicas de falta de liderança, como as fugas de campo quando perdemos com o Sp. Braga ou as voltas olímpicas com o Belenenses. É esta a liderança que queremos?"

"Bruno de Carvalho tem sido sinónimo de títulos, é verdade, mas para um dos nossos rivais. Nunca me perdoaria se não desse a cara pelo nosso clube", concluiu.

Autor: Luís Miroto Simões

Inquérito Record

O que achou do anúncio da candidatura de Pedro Madeira Rodrigues?