Dizem que são mais de 50, e a julgar pelos testemunhos de quem por ali passa não há razões para duvidar. Juntam-se no Zé do Café, mais conhecido por Alvalade XXI ou… Toca do Leão. Em Oleiros há um grupo muito organizado, que vibra a cada jogo dos verde e brancos: são as ‘Leoas de Oleiros’.

"Quando me disseram que o sorteio tinha ditado um Oleiros-Sporting não acreditei. E para ser sincera, ainda hoje não acredito", diz Maria Alves, que juntamente com Helena Antão e Cristina Afonso se mostra de coração dividido antes do duelo da Taça. "Somos todas do Sporting, mas claro que também torcemos pela equipa da terra", disse Helena Antão.

Todas querem ver Oleiros no mapa, ao ponto de haver mesmo quem deseje falar com... Bruno de Carvalho. "Sempre que se fala desta terra é por desgraças, como nos incêndios. Mas aqui há uma boa gastronomia, bonitas paisagens e uma terra de gente hospitaleira", defendeu Filipa Custódio, filha de um dos fundadores do clube, que aproveita para enaltecer o trabalho que está a ser feito para que o ‘sonho’ seja possível: "Estão todos a fazer um esforço incrível para que nada falhe. Câmara, clube e população estão juntos, até porque sabem a grandeza do Sporting e o que pode trazer em termos de visibilidade", lembrou.