Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Sporting tentou Grosicki em cima do fecho do mercado

Investida leonina acabou por travar transferência do jogador para o Bursaspor

O Sporting terá tentado, em cima do fecho do mercado de transferências, a contratação de Kamil Grosicki, numa movimentação que acabou por, de forma indireta, travar uma mudança do extremo polaco para o Bursaspor, que parecia praticamente selada. A revelação foi feita por Daniel Kaniewski, o empresário do jogador do Hull City, de 30 anos, que relatou ao jornal 'Sportowe Fakty' o sucedido na sexta-feira, o dia do fecho do mercado.

Tudo começou logo pela manhã, quando Grosicki chegou a solo turco para selar a mudança para o Bursaspor. Fez exames médicos, acertou todos os detalhes e rumou ao hotel, onde esperou por novidades por parte do clube na companhia dos seus empresários Michal Siara e Daniel Kaniewski.

"O turcos demoraram muito a apresentar os documentos. Alguns jogadores que já lá jogaram aconselharam o Kamil a ler muito bem os contratos. Tínhamos dois advogados a ajudar-nos, por isso as questões formais acabaram por se demorar". Nesse momento, escreve o 'Sportowe Fakty', surgiu uma chamada de outro dos agentes do extremo, Thomas Kroth, a dar conta do aparecimento de uma terceira equipa na equação, o Sporting.

"Começámos a tentar perceber o que fazer. Primeiro porque o Sporting apresentou melhores condições, para lá de ser um clube bastante melhor do que o Bursaspor. Ligámos ao diretor desportivo do Hull e ele disse-nos para esperar. Praticamente ao mesmo tempo, dois dirigentes dos turcos, que estavam a tratar da negociação, entraram no nosso quarto. Um deles estava muito impaciente. Começou a gritar e a dizer 'assina, assina' para o Kamil. O Kroth, ao saber pelo diretor do Hull o que se estava a passar, disse-nos para sair dali e ir para Istambul", continuou.

"Pegámos nas nossas malas e fomos para baixo. No hall de entrada do hotel, os mesmos dois homens que estavam bastante irritados no quarto, pediram-nos calmamente para relaxarmos e para voltarmos a falar. Estava já claro que não iríamos assinar o contrato. Pedimos um táxi e fomos para o aeroporto", acrescentou o agente, que considera absurda a alegação do Bursaspor, que no seu comunicado falou da exigência de Grosicki em receber dois anos de salário adiantados.

"O Sporting apresentou dois tipos de negócio, empréstimo ou compra, e o Hull foi sempre pedindo mais. Negociámos no aeorporto, sempre em contacto permanente com o Kroth. O Hull arranjou mil e uma situações e pediu mais dinheiro pelo Kamil e acabou por não conseguir", lamentou o agente do extremo, que agora, falhada a transferência neste defeso, terá de se reapresentar no Hull City.
Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M