Foi com indignação e sentimento de desigualdade que os responsáveis do Tondela encararam a multa de 230 euros aplicada pelo Conselho de Disciplina da FPF a Pepa, decorrente do jogo com o Sporting, na última jornada. Inscrito na Liga de Clubes como adjunto, uma vez que não tem o nível de formação exigido para ser registado como treinador principal, o técnico foi advertido por ter dado "instruções para os jogadores de pé, apesar de ter sido avisado na 1ª e 2ª parte do jogo que não o podia fazer", segundo o relatório do árbitro Manuel Oliveira.

O Regulamento das Competições diz mesmo que "apenas o treinador principal pode, em permanência, transmitir instruções aos jogadores, (…) podendo os demais membros do banco transmitir-lhes instruções pontuais", mas a verdade é que houve sempre alguma flexibilidade perante esta situação, pelo menos até esta temporada. Além de Pepa, nos campeonatos profissionais também Carlos Pinto, do Santa Clara, e Filipe Martins, do Real, não têm as habilitações necessárias e encontram-se inscritos noutras funções, mas só Daniel Kenedy, que estava precisamente na mesma situação antes de deixar o Leixões, foi igualmente advertido por estas razões, logo à passagem da 2ª jornada da 2ª Liga.

Ora, esta é uma situação que provocou revolta e sentimento de desigualdade ao líder tondelense, Gilberto Coimbra. "É a forma como está o nosso futebol. Para uns tudo e para outros nada. Os prejudicados são sempre os mesmos, estão a estragar o futebol", lamentou o líder tondelense a Record, não se alongando nas declarações. Certo é que mais situações como esta podem levar a multas mais pesadas por reincidência.

José Sá como técnico principal

Perante a falta de habilitações de Pepa, José Sá está regularizado na Liga de Clubes como treinador principal do Tondela, uma vez que detém, pelo menos, o UEFA-Professional (Grau IV), a formação exigida para exercer o cargo na 1.ª Liga. Por seu lado, inscrito como adjunto, Pepa é portador, no mínimo, do UEFA-Basic (Grau II), que é o nível necessário para desempenhar esse papel no escalão principal do futebol português. José Sá, de resto, chegou ao Tondela na temporada passada, depois de vários anos como coordenador técnico da Associação de Futebol de Aveiro.

Quarteto ainda fora das opções

O plantel do Tondela segue a preparação da receção ao Sp. Braga, curiosamente o adversário frente ao qual garantiu a permanência na campanha finda, e Pepa continua sem poder contar com quatro lesionados. David Bruno, Nick Ansell, Osorio e Tembeng seguem os respetivos planos de recuperação, mas apenas Ansell ainda é esperança para o encontro com os bracarenses. Esta quinta-feira, há dupla sessão de trabalhos.

Autor: Tiago Ribeiro