Enquanto há vida, há esperança. É com base nesta ideia que o Vitória vai encarar os restantes quatro jogos da Liga Europa, isto depois de à 2ª jornada somar apenas um ponto. Heldon recusa atirar a toalha ao chão e diz que o grupo continua confiante no apuramento para os 16 avos-de-final.

"Ainda está tudo em aberto. Enquanto for matematicamente possível, vamos lutar para passar a fase de grupos", adiantou o extremo, que, aos poucos, parece estar a ganhar espaço entre as primeiras opções de Pedro Martins: "Ainda não estou a 100 por cento, mas dou sempre o máximo para ajudar o Vitória. Não fiz a pré-época, mas o grupo tem-me ajudado e a adaptação está a correr muito bem. Sei que com o passar dos jogos vou ficar ainda melhor." Heldon recebeu ontem uma boa notícia, com o regresso aos convocados de Cabo Verde, para o jogo frente ao Senegal, no próximo dia 7 de outubro.

Pedro Henrique é baixa

Confirmou-se o pior cenário. Pedro Henrique tem uma lesão no adutor direito e vai falhar a visita ao Restelo. De resto, hoje, às 15 horas, há assembleia geral da SAD, no auditório do estádio.

Autor: José Miguel Machado

Temas:

Heldon