Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Júlio Mendes emocionou-se em ação de campanha

Candidato da Lista B não quer que os sócios votem por descontentamento

• Foto: Simão Freitas
Numa concorrida ação de campanha junto das claques, Júlio Mendes reassumiu a tristeza pelo momento desportivo da equipa. Mas desta vez de forma mais sentida, ao ponto do candidato da Lista B e presidente em funções ter soltado algumas lágrimas.

"Esta época está a correr mal. Pensámos que tínhamos todas as condições para uma época de sucesso. Nós estamos todos muito tristes e também sinto o peso da responsabilidade. Chorei duas vezes no Vitória: quando ganhámos uma Taça de Portugal e quando perdemos uma Taça de Portugal", disse, com uma pausa pelo meio onde se emocionou.

É neste contexto que Mendes não quer ver "os sócios a votar como um ato de descontentamento pela posição do Vitória na tabela", lembrando que "o 4º lugar e a final da Taça foram há pouco tempo". Júlio Mendes recusou a ideia de estar agarrado ao poder e frisou o crescimento do clube em número de sócios, algo que diz ter sido destacado pela UEFA.

O candidato da Lista B deixou ainda algumas alfinetadas ao adversário, Júlio Vieira de Castro: "Em seis anos, o candidato da Lista A só fez uma intervenção em assembleia geral, em junho de 2012. Era preciso aprovar as contas para avançar com o PEC e inscrever a equipa. Esse sócio tomou a palavra para dizer que na direção havia pessoas que conviveram com a direção anterior e sem reação perante a gestão danosa. Disse que não se devia aprovar as contas de 2010/11. Este senhor não queria que o Vitória sobrevivesse."

"A equipa mais bem preparada é a da Lista B", rematou.
Por Bruno Freitas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M