Júnior Tallo ficou em branco no Restelo, mas o marfinense que assinou já depois do fecho do mercado deixou indicadores positivos sobre o que pode dar a um sector que, apesar das permanentes mexidas de Pedro Martins, continua em sub-rendimento.

Apesar de apenas ter entrado ao intervalo, para o lugar de um Rincón que voltou a mostrar-se desajustado para atuar no eixo ofensivo, Tallo foi o jogador que realizou mais remates na partida (5 disparos, apenas um enquadrado). Todavia, é preciso ter em conta que o avançado que conquistou a CAN’2015 pela Costa do Marfim também tem características que se adaptam melhor a uma dupla ofensiva, pelo que Pedro Martins terá de encontrar forma de dar a Tallo margem para se afirmar no seu 4x2x3x1. De qualquer forma, este reforço que estava livre por ter rescindido com o Lille, clube onde a sua situação entrou em declínio quando Éder ganhou algum relevo, renovou a esperança no surgimento de uma alternativa que acabe com os problemas do Vitória na frente. Rafael Martins, Texeira, Estupiñán e até Rincón têm sido utilizados, mas ainda ninguém cumpriu com as expectativas.

O V. Guimarães recebe o Feirense no sábado, para a Taça CTT, e Tallo pode até beneficiar de mais minutos para se mostrar.


Autor: Vítor Pinto