Após a goleada (4-0) sofrida com o Boavista na jornada anterior, João Amaral, avançado do Vitória de Setúbal, frisa a importância de a sua equipa, que está apenas um ponto acima dos lugares de descida, reencontrar os êxitos na partida de domingo, 18 horas, no Estádio do Bonfim, frente ao Rio Ave. Questionado sobre a receita a adotar para bater o atual 5.º classificado da Liga NOS, o jogador é perentório.

"Temos que estar concentrados, preparados e 'ir com tudo', da mesma forma que eles vão fazer. Não estamos num mau momento, em 12 jogos tínhamos apenas uma derrota, a que tivemos com o Boavista foi a segunda. Temos que estar motivados, focados e preparados para combater uma equipa que é forte, joga bem e tem os meus princípios que nós: gosta de ter bola e jogar", disse esta sexta-feira em conferência de imprensa.

O desaire no Estádio do Bessa é passado, garante João Amaral, que manifesta o desejo de somar o terceiro êxito consecutivo em jogos realizados em Setúbal. "O resultado com o Boavista não deixou marcas. A equipa reagiu esta semana da mesma forma que tem feito nas derrotas que teve até agora. Mesmo quando ganhámos ou empatámos, há sempre momentos em que erramos. Temos que reagir da mesma forma e ser melhores".

O melhor marcador dos sadinos no campeonato, com oito golos, frisa a importância de dar uma resposta cabal no domingo. "Em nossa casa, temos que ser fortes, é a nossa fortaleza e queremos ganhar", disse, lançando um repto aos vitorianos.

"Apelo aos adeptos para que compareçam. Precisamos deles e eles sabem disso. Somos mais fortes com eles do nosso lado. As mulheres que queiram assistir ao jogo têm entrada gratuita e espero que apareçam todos em força: mulheres, homens e as nossas claques".

Autor: Ricardo Lopes Pereira