O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

José Couceiro quer somar 11.º resultado positivo consecutivo em Braga

Treinador dos sadinos espera "jogo muito complicado"

• Foto: Movenotícias
O treinador do V. Setúbal revelou esta quinta-feira o objetivo de a sua equipa somar no sábado o 11.º jogo consecutivo sem perder nas várias provas, na partida frente ao Sp. Braga, da 22.ª jornada da Liga.

Em conferência de imprensa, José Couceiro disse que o facto de os sadinos regressarem ao Estádio Municipal de Braga onde discutiram recentemente a final da Taça da Liga, perdida nos penáltis para o Sporting, não deixa os jogadores indiferentes.

"É a primeira vez que regressamos ao estádio onde jogámos a 'final four'. Há um misto de sentimentos, mas o que o Vitória pretende é somar mais um jogo com um resultado positivo. Fizemos 10, queremos continuar e fazer o 11.º, curiosamente começámos esta série com o Sporting de Braga", lembrou.

O técnico do conjunto setubalense não poupa elogios aos bracarenses, sublinhando o crescimento do clube nos últimos anos.

"Vamos defrontar a equipa que nos últimos anos mais se tem aproximado dos três maiores. O Braga tem um excelente plantel e um bom treinador, que tem acreditado no seu processo dando qualidade à equipa. Sabemos que vamos ter um jogo muito complicado", afirmou.

José Couceiro desvaloriza o facto de o V. Setúbal ter esta temporada levado a melhor sobre o adversário nos dois duelos travados até agora [2-0 na Liga e 2-1 na Taça da Liga].

"Os dois jogos que fizemos antes são passado, não nos dão qualquer tipo de indicação em termos futuros. Os jogos têm sempre histórias diferentes. Vamos sentir dificuldades em qualquer circunstância. O histórico desta época não me diz nada", disse.

Sobre a fasquia necessária para assegurar a permanência no final da época, o treinador antevê uma luta renhida até ao final, considerando que 30 pontos não deverão ser suficientes para evitar a descida de divisão.

"As equipas estão todas muito juntas. Parece-me que somos um grupo muito alargado de equipas, pelo menos são oito. O Portimonense, que é 10.º com 24 pontos, e o Aves, 18.º com 17, estão separados por sete pontos. A 13 jogos do final não é significativo. Temos todos os mesmos tipos de problemas e de ambições. Este grupo está muito homogéneo. É natural que sejam precisos mais do que 30 pontos", referiu.

À exceção dos lesionados Wallyson, Nenê Bonilha e Yannick Djaló, José Couceiro tem todo o plantel à disposição. Na convocatória, os destaques vão para a estreia do médio turco Emrah Bassa (reforço de janeiro cedido pelo Galatasaray) e para o regresso de Vasco Fernandes, defesa que falhou o último jogo devido ao falecimento do seu pai.

O jogo entre o Sp. Braga, quarto classificado com 43 pontos, e o V. Setúbal, 16.º, com 18, da 22ª jornada da Liga, está marcado para sábado, às 18H15, no Estádio Municipal de Braga.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M