O treinador José Couceiro alertou esta sexta-feira para a necessidade de o Vitória de Setúbal melhorar a eficácia na finalização para poder vencer este sábado o Estoril, na 30.ª jornada da Liga NOS (18H15).

Sem ganhar fora de casa há três meses [vitória por 2-1 ao Belenenses], o técnico deu a receita para ganhar no Estádio António Coimbra da Mota.

"Sabemos que temos de melhorar a nossa capacidade concretizadora. Temos que fazer mais golos. Se o fizermos estaremos mais perto de poder vencer. É importante manter também a nossa capacidade defensiva", disse em conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

José Couceiro considerou que a sua equipa vai ter dificuldades acrescidas com o Estoril, equipa que reforçou o plantel em janeiro e tem melhor rendimento desde a entrada do novo técnico, Pedro Emanuel.

"Reforçaram-se muito bem em janeiro. Têm um lote de jogadores jovens muito interessantes e com potencial. Com a entrada de Pedro Emanuel têm potenciado a equipa e melhoraram consideravelmente. Estão mais confiantes e tranquilos na classificação. Esperamos um jogo ainda mais difícil, porque reconhecemos que o Estoril é uma equipa com muito valor", frisou.

O último êxito do Vitória de Setúbal no reduto dos estorilistas remonta a 2013/14, época em que a equipa era também liderada por José Couceiro.

"Era um Estoril muito forte [treinado por Marco Silva terminou a época na 4.ª posição], ganhámos 2-0, com golos de Paulo Tavares e Tiago Terroso, lembro-me perfeitamente. Faz parte da história, é apenas uma curiosidade. Não me vou basear nisso para motivar a equipa. São jogos e equipas diferentes", referiu.

O conjunto setubalense está impedido de utilizar o defesa Vasco Fernandes e o médio Costinha, ambos castigados.

Autor: Lusa