A estreia do Guadalupe no Campeonato de Portugal não está a correr da melhor maneira para o clube açoriano, atual 14º classificado da Série D, com apenas três pontos em cinco jogos. Se em termos desportivos a vida não está fácil para o clube, já para os adversário são as questões logísticas a causarem dores de cabeça.

O Sporting Clube Guadalupe, nome completo, situa-se na Graciosa, ilha açoriana à qual não se pode chegar propriamente de hora a hora. Até agora, só o Alcanenense e o Vilafranquense se deslocaram ao terreno do Guadalupe, mas os adversários seguintes vão ter a vida mais facilitada.

Isto porque a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), preocupada com o facto de as condições climatéricas nos próximos meses tornarem ainda mais difícil as deslocações para a Graciosa, decidiu alterar os horários desses jogos. Assim, a equipa orientada por Jimmy Cunha vai disputar dois jogos em outubro às 13h30, horas locais, e a partir de novembro às 11 horas, mantendo-se esse horário até à 26ª ronda, no final de março.

Além disso, a Federação informou que as viagens dessas equipas serão asseguradas pela agência de viagens parceira da FPF, de modo a facilitar as ligações Lisboa-Terceira-Graciosa e os respetivos regressos ao continente.


Autor: Miguel Amaro