O Real recorreu da decisão do Conselho de Disciplina, que desclassificou o clube da Taça CTT, considerando irregular a utilização do jogador Abou Touré na partida frente ao Belenenses, e até o Conselho de Justiça se pronunciar os jogos dos grupos A e B daquela prova estão suspensos.

O recurso tem efeitos suspensivos e caso o Real veja as suas pretensões atendidas entrará na fase de grupos, incluindo no grupo A (com Benfica, Sp. Braga e V. Setúbal), passando o Portimonense do grupo A para o grupo B (com Sporting, Marítimo e União da Madeira).

Numa comunicação dirigida aos clubes, na tarde desta sexta-feira, a Liga Portugal informa que comunicou ao Conselho de Justiça da FPF que prescinde do prazo para contestar, requerendo àquela instância a prolação de uma decisão célere, que permita o regular decurso da competição.

Atendendo ao recurso, e até à prolação de uma decisão executória, a Liga, lê-se no documento citado, "encontra-se impedida de proceder à divulgação dos horários dos jogos suscetiveis de serem afetados pelo processo em curso."

Soluções

Em causa estão as partidas dos grupos A e B. Como Portimonense e Belenenses ainda não entraram em ação, não será necessário anular jogos no caso das pretensões do Real terem vencimento. Porém, atendendo a que nos dois grupos estão equipas que participam nas competições europeias, e tendo em conta também as poucas datas disponíveis no calendário, não será fácil à Liga Portugal programar o calendário destes dois grupos caso a decisão do CJ da FPF demore.

Recorde-se que no único jogo disputado do grupo A Benfica e Sp. Braga empataram a um golo, enquanto no grupo B, também na única partida realizada, Sporting e Marítimo ficaram-se por um nulo.

Autor: Armando Alves