Elisandro vai reforçar o Inter Movistar de Ricardinho na próxima época, numa operação que vai render cerca de 70 mil euros aos cofres do Benfica. Numa situação não muito habitual no futsal português, um atleta evidencia-se na primeira época e o clube acaba por quase quadruplicar o valor da sua aquisição.

Record sabe que o pivô de 30 anos, que tinha mais um ano de contrato, pressionou os encarnados para sair para Espanha, onde poderá auferir um salário muito superior ao que ganha em Lisboa.

Autor: Cláudia Marques