A Espanha conquistou o seu sétimo título europeu, ao bater a Rússia, por 7-3, na final mais desnivelada na história desta competição, recuperando um cetro que perdeu em 2014, ao ser batida na meia-final pelos russos.

Aos 17 minutos, La Roja já vencia por 4-0, com golos de Alex (8’), Pola (15’ e 17’) e Mario Rivillos (16’). A reação da Rússia em cima do intervalo, por Romulo, fazia adivinhar uma segunda parte mais renhida e equilibrada, mas a Espanha nunca perdeu o controlo da partida e ainda beneficiou do 5x4 da Rússia.

Mario Rivillos, que marcou o seu segundo golo, e Miguelín, a bisar, fecharam a contagem para nuestros hermanos; Robinho, Romulo e Milovanov fizeram os golos russos.

Autores: Flávio Miguel Silva e Cláudia Marques