Apesar de Portugal já não estar na corrida pelo Campeonato da Europa, a UEFA continua rendida a Ricardinho e ontem reuniu numa reportagem declarações de alguns protagonistas da modalidade sobre o Mágico.

No final da vitória sobre a Seleção Nacional, o técnico espanhol, José Venancio López, não deixou de comentar a exibição do ala, que marcou dois golos a La Roja. "É um jogador de outra galáxia! Não o mostrou apenas no Euro, onde conquistou o carinho e a admiração de todos, incluindo das equipas rivais e do público sérvio. Ricardinho não significa apenas espetáculo. Ele engrandece o nosso desporto e pensa sempre na melhor maneira de ajudar o futsal a crescer. É, sem sombra de dúvidas, o melhor jogador do Mundo e uma pessoa fantástica", referiu o treinador espanhol.

Mas José Venancio López não é o único rendido. O companheiro de equipa e rival de seleção, Pola, não esconde a admiração pelo gondomarense, que, tal como outros participantes neste Europeu, o considera o melhor de todos. "Sou um privilegiado porque posso ver todos os dias aquilo de que ele é capaz. No Inter Movistar estamos agradecidos por podermos contar com ele", referiu.

"Não vejo ninguém sequer perto do nível dele", admitiu o capitão italiano, Gabriel Lima, eleito o melhor do Europeu 2014. Já Robinho, uma das estrelas da formação russa, deixou uma questão no ar: "Quem mais se podia lembrar de marcar um golo como o que ele fez à Sérvia?". Pois, os candidatos não serão certamente muitos, e se para o guardião cazaque, Higuita , Ricardinho "é um herdeiro à altura do Falcão", para o croata Jelovcic ele é ainda mais: "É o Lionel Messi do futsal!"

Autor: Cláudia Marques