O avançado Diogo Jota vincou a sede de vitória da seleção sub-21 para o duelo com a Bósnia, no dia 10, da fase de apuramento para o Europeu de 2019, em Itália e San Marino.

Na conferência de imprensa realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras, o internacional sub-21 prometeu "entrega máxima" do conjunto liderado por Rui Jorge e garantiu que os jogadores só pensam em somar a segunda vitória em outros tantos jogos, até por Portugal ser a seleção com menos jogos efetuados até ao momento no grupo 8.

"Portugal entra sempre para ganhar e queremos dar continuidade. Sabemos que algumas seleções têm jogos a mais, nós vamos para ganhar, porque isso é importante e numa fase de qualificação não podemos entrar com falsas partidas", afirmou o jogador do Wolverhampton.

Com seis golos já apontados ao serviço dos Wolves em apenas 11 jogos, Diogo Jota reconheceu a importância de "estar a jogar nesta fase mais precoce da época" e defendeu que o "favoritismo é relativo" na partida contra os bósnios.

"Ainda não discutimos muito [sobre a Bósnia-Herzegovina]. Vamos trabalhar sobre os aspetos da Bósnia para estarmos preparados quando chegar o dia do jogo", frisou, recusando que o maior número de encontros realizados possa ser uma vantagem para a Bósnia: "Poderia afetar, mas temos de olhar para nós. Queremos vencer para marcar desde já uma posição".

Felicidades para o  FC Porto

Poucos meses depois de ter deixado o FC Porto, o avançado luso evitou hoje falar da sua antiga equipa, que agora lidera a Liga NOS, com 22 pontos, mais dois do que o Sporting e mais cinco em relação ao Benfica.

"Não me posso pronunciar sobre esse assunto. Nunca trabalhei com o Sérgio Conceição, trabalhei com alguns dos jogadores e desejo-lhes a maior sorte, mas não tenho nada a acrescentar porque já não faço parte dessa equipa", rematou.

No treino realizado após a antevisão de Diogo Jota, o selecionador Rui Jorge contou com os 23 jogadores no relvado, ainda que o quinteto formado por Gil Dias, Diogo Costa, João Gamboa, Xadas e Fernando Fonseca se tenha limitado a efetuar corrida à volta do relvado nos 15 minutos da sessão que foram abertos à comunicação social.

A seleção sub-21 de futebol volta a trabalhar esta terça-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras, com mais um treino agendado para as 17:30.

Autor: Lusa