Fazer parte dos eleitos de Fernando Santos para marcar presença na fase final do Europeu é o grande objetivo de João Mário. O jogador do Sporting não esconde essa ambição e realça um aspeto que pode jogar a seu favor quando o selecionador decidir quem vai levar a França.

"Espero que seja eu e mais 22 na convocatória final, mas não me cabe decidir, mas sim ao treinador. Tudo irei fazer no Sporting, até ao final da temporada para que isso aconteça", sublinhou o médio, antes de assumir que o facto de ser polivalente é uma mais-valia em qualquer equipa: "É um fator positivo. Um jogador quanto mais completo for melhor. Eu penso que cresci nesse aspeto, esta época, a jogar pela direita. E aí há dedo de Jorge Jesus."

A vitória de ontem, frente à Bélgica, acabou por se revelar um bálsamo, depois da frustrante derrota, na sexta-feira, diante da Bulgária. Contudo, João Mário diz que ainda há muito trabalho pela frente. "Foi uma derrota complicada frente à Bulgária, pois fizemos o suficiente para vencer. Não conseguimos, mas é sempre bom trabalhar sobre vitórias, ainda por cima, frente a uma excelente seleção como a Bélgica. Até à competição ainda vamos ter muitos jogos para chegarmos da melhor maneira e vencermos", frisou o jogador de 23 anos, antes de concluir com a necessidade do grupo "criar rotinas e assimilar as ideias do míster" até ao arranque do Europeu de França em junho.


Autor: Valter Marques