Presente no Mundial de 2006, Nuno Gomes foi protagonista nos Europeus de 2000 e 2004.

"No primeiro, a referência era a Geração de Ouro reforçada com alguns elementos mais jovens; no segundo a equipa já revelava algumas alterações, principalmente pelo título europeu do FC Porto e pela inclusão do Cristiano Ronaldo", começou por dizer, escusando-se a escolher uma Seleção como superior: "Os resultados falam por si, é quase impossível escolher a melhor entre essas formações: ambas tinham muita qualidade. Senti-me bem em qualquer delas, futebolística e pessoalmente falando, sendo que a história foi mais ou menos a mesma, isto é, marcada pela infelicidade nos momentos decisivos." Apesar de tudo, "a de 2004 dispôs de melhores condições", porque "ainda tinha Figo e Rui Costa, beneficiava de um Deco em superforma e já contava com o talento do Cristiano". Sobre o resultado da votação dos eleitores de Record, "estranho que a Seleção campeã da Europa não esteja na frente".

Temas:

Nuno Gomes