O milagre esteve perto de acontecer, mas Portugal está mesmo fora do Europeu de sub-17. O campeão não vai poder defender o título conquistado no ano passado, no Azerbaijão, depois de ter sido o pior segundo classificado na Ronda de Elite.

Mas vamos a contas para perceber o que aconteceu. Uma vez que apenas contavam os resultados com o primeiro e terceiro classificados, Portugal ficou com um ponto e uma diferença de 3-5 em golos, fruto dos duelos com Espanha (0-2) e Polónia (3-3). Ora, os outros sete segundos foram melhores, com a decisão a ficar fechada esta terça-feira.

Para conseguir um autêntico milagre, era preciso que a Eslovénia não derrotasse a República Checa e esse jogo acabou 2-2. Por aí, tudo certo. Depois, também era obrigatório que a Inglaterra superasse a Bósnia por dois ou mais golos, algo que parecia a caminho quando Gibson abriu o ativo aos 15'. O problema é que o resultado ficou no 1-0. Desta forma, a Bósnia ficou com um ponto, tal como a formação orientada por José Guilherme, mas com diferença de 0-1 nos jogos em causa.

Assim sendo, falta apenas o Grupo 6 ser concluído, mas já é garantido que Portugal será sempre um 2.º classificado pior do que quem aí ficar. Acaba o sonho... por um golo.

Autor: Pedro Gonçalo Pinto