Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Gil Dias: «Treinador pediu-nos uma resposta forte com o País de Gales»

Jogador refere que o objetivo continua a ser o apuramento para o Europeu

• Foto: Fernando Ferreira
Gil Dias prometeu este sábado uma "resposta forte" da seleção portuguesa de sub-21 no País de Gales, onde a formação das quinas cumpre na terça-feira o oitavo jogo no Grupo 8 de apuramento para o Europeu.

O futebolista que atua no secundário inglês Nottingham Forest, por empréstimo do Monaco, assegurou que o grupo de trabalho luso já fez uma reflexão sobre a derrota caseira de sexta-feira com a Roménia, por 2-1.

Com esse resultado, Portugal caiu para o terceiro lugar do Grupo 8, com 13 pontos (sete jogos), superado pela Roménia, que conta 15 (sete) e a Bósnia-Herzegovina, líder com 18 (oito). O País de Gales é quarto, com 10 (sete).

Antes de um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, no qual o selecionador Rui Jorge teve os 22 futebolistas eleitos para os dois jogos ao dispor, Gil Dias deixou claro que nada mudou em termos de objetivos, que continuam a passar pela presença na fase final.

"O treinador pediu-nos para termos uma resposta forte com o País de Gales e é isso que também queremos. Já refletimos sobre o jogo com a Roménia e temos de acreditar até ao fim que podemos apurar-nos", frisou.

Olhando o embate com os romenos, Gil Dias, que entrou aos 60 minutos, substituindo Heriberto Tavares, lamentou as muitas falhas na concretização.

"Tínhamos ganhado com toda a certeza se tivéssemos aproveitado as oportunidades que criámos. Depois do primeiro golo, a equipa ficou um pouco abalada e com o segundo tudo ficou ainda mais difícil", lembrou o ex-jogador da Fiorentina.

Portugal ainda ripostou e poderia ter chegado ao empate: "A expulsão do primeiro jogador da Roménia ajudou-nos a acreditar que podíamos conseguir a reviravolta e estivemos perto do empate. O penálti do João (Carvalho)? Foi um azar, acontece a todos", referiu.

Com o castigo máximo desperdiçado nos descontos, Portugal ficou em situação complicada no apuramento, já que não depende apenas de si, mas a equipa continua a acreditar.

"Agora temos é de pensar em ir jogar ao País de Gales e ganhar. Ainda há muitos cenários em aberto. As contas ó se fazem no final desta qualificação", frisou.

Portugal parte no domingo para o País de Gales, pelas 14:45, depois de pela manhã, às 09:30, cumprir mais um treino na Cidade do Futebol.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sub21

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M