O defesa Yuri Ribeiro deixou, esta sexta-feira, um alerta para as dificuldades que a seleção portuguesa de sub-21 vai encontrar na terça-feira no jogo com a Bósnia-Herzegovina, referente à fase de apuramento para o Europeu de futebol de 2019.

Apesar de admitir, tal como os seus colegas disseram ao longo desta semana, que a equipa ainda não estudou o adversário de forma aprofundada, o jogador, de 20 anos, rejeitou um favoritismo claro para a formação comandada por Rui Jorge. No entanto, sublinhou igualmente a determinação dos sub-21 em arrecadar mais uma vitória.

"Sabemos que a Bósnia-Herzegovina tem as suas qualidades. A jogar em casa, é sempre uma seleção muito complicada. Temos os nossos objetivos, sabemos o que valemos e vamos dar tudo dentro de campo. Não posso dizer que somos claramente favoritos, porque primeiro temos de o demonstrar em campo", declarou.

O lateral esquerdo considerou o oponente do segundo jogo de Portugal no grupo 8 uma equipa "complicada" e reiterou a necessidade de ter alguns cuidados para evitar surpresas.

"O mais importante é nós conquistarmos os três pontos, sabendo que do outro lado vai estar uma seleção complicada. Apesar de ainda não termos visto muito da Bósnia, os maiores perigos baseiam-se no que sabemos deles e que a jogar em casa vai ser uma seleção que nos vai causar muitos problemas. Temos de ter cautelas, mas o que interessa somos nós", disse.

Depois de ter sido chamado pelo selecionador Rui Jorge para o desafio anterior frente ao País de Gales (vitória por 2-0), Yuri Ribeiro falhou a partida devido a uma lesão, que lhe custou também a titularidade conquistada no Rio Ave nas primeiras jornadas da Liga NOS. Agora, o jogador salientou o "orgulho" por estar de volta aos eleitos.

"O importante é dar tudo pela seleção e corresponder às expetativas. Vou dar tudo neste espaço. Jogando ou não, o mais importante é a seleção estar bem servida. Estamos a trabalhar todos no mesmo sentido", finalizou.

Após a conferência de imprensa, Yuri Ribeiro juntou-se aos colegas para mais uma sessão de trabalho, na qual estiveram disponíveis os 23 jogadores convocados por Rui Jorge. Para este sábado está marcada nova antevisão de um jogador e mais um treino às 17H30, com a equipa a viajar para a Bósnia-Herzegovina apenas no domingo.

Portugal venceu o único jogo que disputou no grupo 8 de qualificação para o Campeonato da Europa de 2019, que vai decorrer em Itália e São Marino. O agrupamento é liderado pela Roménia, com sete pontos em três encontros, enquanto a Bósnia-Herzegovina está no quarto lugar, com três pontos, tal como a equipa das quinas, mas com três partidas realizadas.

Autor: Lusa