A substituição do avançado Timo Werner, uma das grandes figuras do RB Leipzig, logo aos 32 minutos do jogo com o Besiktas, para a Liga dos Campeões, causou alguma surpresa. E a explicação para a saída do jovem internacional alemão, de 21 anos, acabou por não ser motivada por uma decisão técnica mas sim porque o jogador sentiu-se mal, sofrendo mesmo tonturas, devido ao intenso barulho provocado pelos adeptos da equipa turca onde alinham Pepe e Ricardo Quaresma.

"Timo foi vítima de problemas circulatórios e respiratórios", revelou Ralph Hasenhüttl, treinador dos vice-campeões germânicos, revelando ainda que o avançado consultou esta quarta-feira um especialista quando chegou a Leipzig.

Werner ainda pediu tampões para os ouvidos para se proteger do barulho, mas teve de deixar o relvado quando começou a ter tonturas. "Num primeiro período, os meus jogadores foram sobrecarregados pelo barulho do estádio. É impossível preparares a tua equipa numa atmosfera como esta. O ruído é ensurdecedor", salientou Ralph Hasenhüttl, que acabou por perder por 2-0 em Istambul.

O Leipzig ocupa o 3.º lugar do Grupo G da Liga dos Campeões, com um ponto, atrás do FC Porto, que soma três pontos, e do líder Besiktas, com seis. Os próximos dois encontros dos alemães são precisamente com os dragões, a 17 de outubro, na Alemanha, e a 1 de novembro, no Porto.