Os colombianos do Atlético Nacional asseguraram este domingo o terceiro lugar no Mundial de Clubes, ao vencerem os mexicanos do Club América por 4-3 no desempate através de penáltis, depois do empate 2-2 no tempo regulamentar.

Em Yokohama, na disputa pelo último lugar no pódio da competição, o suplente Miguel Borja converteu o penálti decisivo para os vencedores da Taça dos Libertadores, depois de Osvaldo Martínez e Miguel Samudio terem desperdiçado castigos máximos para o Club América.

Durante os 90 minutos, o Atletico Nacional chegou a estar a vencer por 2-0, graças a um golo na própria baliza de Samudio, aos seis minutos, e Alejandro Guerra, aos 26, mas os mexicanos conseguiram igualar, com tentos de Michael Arroyo, ainda na primeira parte, aos 38, e do suplente Oribe Peralta, aos 66, de penálti.

No desempate, o Atlético Nacional marcou quatro das cinco penáltis - apenas Nieto falhou, enquanto Martínez e Samudio desperdiçaram as conversões dos 11 metros para o Club América.