Os japoneses do Kashima Antlers qualificaram-se, esta quinta-feira, para a próxima eliminatória do Campeonato do Mundo de clubes, ao imporem-se por 2-1 aos neozelandeses do Auckland City, em jogo do playoff de acesso.

Num jogo em que o português João Moreira foi totalista no ataque do Auckland, foi, precisamente, a equipa neozelandesa a inaugurar o marcador, já na segunda parte, aos 50 minutos, por intermédio do sul-coreano Kim Dae-Wook.

O Kashima Antlers deu a volta ao resultado graças a dois golos marcados por jogadores que iniciaram no banco de suplentes a partida, realizada no Estádio Internacional de Yokohama, o avançado Shuhei Akasaki e o médio Mu Kanazaki, aos 67 e 88 minutos, respetivamente.

O 100.º jogo na história da competição foi antecedido de um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente de aviação na Colômbia, que provocou a morte de quase todos os jogadores, técnicos e dirigentes da equipa brasileira Chapecoense.

O Real Madrid, campeão europeu e no qual alinham os internacionais portugueses Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão e um dos principais favoritos à conquista do troféu, tem chegada prevista ao Japão para segunda-feira.

Autor: Lusa