Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Portugal sagra-se campeão europeu nos penáltis

Jovens portugueses voltam a festejar 13 anos depois graças ao triunfo sobre a Espanha

• Foto: FPF
Portugal é o novo campeão europeu de sub-17, depois de uma final de nervos diante de Espanha. Os 80 minutos ditaram um empate (1-1), com golos de Diogo Dalot e Brahim Díaz, antes de um único erro da roja nos penáltis ditar a glória portuguesa. O capitão Morlanes acaba por ficar com esse fardo, depois de ter atirado à trave num desempate que acabou com triunfo por 5-4 para a formação de Hélio Sousa.

Desta forma, os jovens craques portugueses terminam um jejum que teimava desde 2003, altura em que a seleção das quinas se tinha sagrado campeã europeia frente... à Espanha. A única diferença foi que, na altura, não foi preciso recorrer aos penáltis. 

5-4: Morlanes à trave! PORTUGAL SAGRA-SE CAMPEÃO EUROPEU!

5-4: Gedson Fernandes marca! Passa a pressão para o lado de Espanha.

4-4 Brahim Díaz marca! Penálti à Panenka do craque espanhol.

4-3: Diogo Dalot marca! Não treme o lateral.

3-3: Brandariz marca! Diogo Costa quase toca na bola novamente...

3-2: Diogo Leite marca! O central não treme e atira para o fundo das redes.

2-2: Busquets marca! Diogo Costa adivinha o lado e fica perto de defender, mas não chegou à bola.

2-1: João Filipe marca! Fotocópia do penálti anterior de Espanha...

1-1: Abel Ruiz marca! Também sem problemas, viu Diogo Costa atirar-se para o outro lado.

1-0: José Gomes marca! Finalização irrepreensível.
E

Com o empate no fim dos 80 minutos, o campeão europeu será conhecido no desempate através de grandes penalidades. Seguem-se momentos de muitos nervos em Baku. Nota curiosa para o facto de Espanha ter trocado de guarda-redes. No lado da equipa de Hélio Sousa, Diogo Costa é quem vai tentar vestir a pele de herói entre os postes. 


18H37 - FINAL DA 2.ª PARTE!

80'+2 - Substituição de Espanha: entra o guarda-redes Adrián para o lugar de Peña.

Dois minutos de compensação antes dos penáltis.


80' - Substituição de Espanha: entra Lozano para o lugar de Mboula.

79' - Substituição de Portugal: entra Rafael Leão para o lugar de Domingos Quina.

77' -
Domingos Quina tenta fintar à entrada da grande área, mas perde-se em detalhes e acaba por ficar sem tempo para rematar. Mais uma oportunidade desperdiçada.

74' -
João Filipe mais uma vez, a obrigar Peña a uma excelente defesa. Portugal tenta, a todo o custo, evitar as grandes penalidades. É que, refira-se, não há prolongamento.

72' -
Tão perto! Miguel Luís descobre José Gomes e o homem golo dos sub-17 atira ligeiramente ao lado. Aproxima-se o final dos 80 minutos...

71' -
José Gomes, hoje muito bem defendido, vê um remate ser bem bloqueado, antes de Gedson Fernandes aparecer para a recarga... que sai muito por cima. Espanha parece quase ter abdicado do ataque, enquanto Portugal ameaça o golo.

70' - Substituição de Espanha: entra Martín para o lugar de García.

68' -
João Filipe sai disparado pelo centro do terreno, desvia-se de dois defesas e remata, mas o tiro sai prensado para canto. Na sequência do lance, Peña agarrou a bola batida por Rúben Vinagre.

67' - 
Quina ganha na esquerda, flete para o meio e, sem medo, atira bem para boa defesa de Peña. Tudo isto na sequência de um canto mal aproveitado pelo ataque português.

64' - 
García procura encontrar Ruiz solto na frente... mas está lá Diogo Leite sem dar hipóteses a ninguém. Impecável o defesa-central.

Fase calculista da partida. As duas seleções procuram o golo de forma algo contida, até pelo respeito mútuo. Ainda assim, Portugal vai tendo mais bola e mais preponderância no ataque. João Filipe é dos mais inconformados.

58' - 
Remate em arco de João Filipe, que acaba por não importunar Peña. O guardião espanhol agarrou sem problemas, numa altura em que Portugal procura recuperar o ímpeto ofensivo.

57' - 
Excelente lance de ataque português, só que Diogo Dalot não conseguiu fazer o melhor cruzamento. Saiu demasiado largo, longe de qualquer avançado português. Neste momento, Quina encontra-se no lado esquerdo do ataque.

55' -
João Filipe ganha a segunda bola no ataque e tenta o cruzamento, mas Peña sobe sem dificuldades e agarra perante um José Gomes expectante.

55' - Substituição de Portugal: Miguel Luís entra para o lugar de Mesaque Dju.

54' -
Após dois cantos, Mboula fica a centímetros do golo. Toda a gente ficou a olhar para o cabeceamento do exremo espanhol.

53' - 
Calafrio na defesa portuguesa... Brahim Díaz brilha com uma série de fintas, antes de Florentino afastar para canto. 

Tal como na 1.ª parte, Espanha entrou com mais bola e mais atrevida, mas Portugal demorou 10 minutos a ganhar o controlo da partida. O meio-campo ganha força e continua à procura de algum erro, alguma distração espanhola. José Gomes vai tentando receber de costas para a baliza antes de procurar os extremos João Filipe e Mesaque Dju.


49' -
Mboula sai disparado em contra-ataque, depois de uma perda de bola de Gedson, e vê o seu remate ser cortado pela defesa portuguesa. Canto... e Busquets cabeceia para as mãos de Diogo Costa.

47' - 
Que perigo! Domingos Quina dança à frente de Zabarte antes de rematar a rasar a trave da baliza de Peña. Primeira oportunidade da 2.ª parte. O médio do West Ham tenta agitar a partida.

44' - 
Morlanes bate o primeiro canto da 2.ª parte, mas a bola passa por cima de toda a gente. A roja continua com mais bola e mais acutilante no ataque.

41' - 
Abel Ruiz tenta fazer o túnel a Diogo Queirós, mas o capitão da seleção das quinas não dá hipóteses e afasta o perigo. Espanha volta a entrar mais atrevida.

17H55 - ARRANQUE DA 2.ª PARTE!


A partida vai empatada para o intervalo, depois de Portugal sofrer o primeiro golo na competição. Diogo Dalot deu vantagem à formação orientada por Hélio Sousa, que foi dominando as incidências, mas Brahim Díaz restabeleceu a igualdade na sequência de um canto.


17H40 - FINAL DA 1.ª PARTE!

40' -
Falta mais dura de Florentino, mas Petr Ardeleanu deixa só um aviso.

36' -
Gedson Fernandes com um excelente trabalho individual, a fletir da direita para o meio, antes de rematar rasteiro para as mãos de Peña. Portugal começa a reagir ao golo espanhol.

35' -
Mesaque Dju, até agora algo apagado, tenta explorar o lado direito do ataque, mas García mostra-se impecável e afasta o perigo.

32' - GOLOOO DA ESPANHA! Morlanes cruza na sequência de um canto, Brandariz faz um primeiro cabeceamento e, perante alguma desorientação da defesa portuguesa, Brahim Díaz atira para o empate. Diogo Dalot bem se esticou mas a bola já tinha entrado...

29' -
García tenta responder, mas a defesa afasta o perigo de qualquer maneira. Mboula insiste, só que Queirós está lá novamente intratável.

27' - GOLOOOO DE PORTUGAL! Rúben Vinagre cruza largo, José Gomes faz um pequeno desvio e Diogo Dalot aparece dentro da grande área a rematar cruzado sem hipótese para Peña!

24' -
Abel Ruiz cruza para Mboula, que remata e obriga o capitão Diogo Queirós a um grande corte para evitar o golo espanhol. A roja foi rápida a responder ao lance de Quina.

23' -
QUASE O GOLO! Passe fantástico de José Gomes para Domingos Quina, que tira Brandariz da frente e atira em cheio na trave. Trabalho sensacional do médio do West Ham, que esteve a centímetros do golo... 

22' -
João Filipe aparece solto na esquerda, mas a bola fica demasiado adiantada e o cruzamento sai torto. 

17' -
Robles sobe pelo lado direito - os espanhóis nem se têm atrevido a tentar importunar Diogo Dalot - e cruza de forma perigosa. Mas Diogo Leite estava lá para afastar de qualquer maneira.

O panorama já mudou por completo. Portugal domina no meio-campo espanhol e começa a cheirar o golo. Os laterais estão a subir mais, José Gomes e João Filipe começam a ter mais bola e Espanha começa a ficar encostada à sua área.


12' -
Há pouco ameaçou e agora cabeceou para as mãos de Peña. Falamos de José Gomes, que correspondeu ao cruzamento de Diogo Dalot.

11' -
Mboula outra vez a a explorar o lado direito do ataque espanhol, mas o cruzamento rasteiro fica nas mãos seguras de Diogo Costa.

11' - 
Quina cruza, José Gomes cola no peito, tenta virar-se para a baliza... e perde a bola. O melhor marcador da prova tenta deixar já a sua marca na final.

9' -
Grande iniciativa de Rúben Vinagre! O lateral, sempre muito ofensivo, tira dois adversários da frente e atira cruzado para defesa segura de Peña. Portugal começa a crescer...

8' -
Primeiro canto para Portugal, mas a defesa espanhola afasta o cruzamento de Rúben Vinagre. Quina ainda tentou o remate de ressaca, mas perdeu tempo de tiro.

Início muito igual das duas equipas. Espanha começou por ter mais posse de bola e controlar as operações no meio-campo, mas os jovens portugueses já estão por cima. Começam a dominar as incidências e a avançar no terreno à boleia de Quina, Florentino e Gedson.


4' -
Mboula aventura-se pelo lado direito do ataque, mas Rúben Vinagre não dá hipóteses. O lateral do Monaco não tremeu e controlou o lance.

1' -
Posse de bola para Espanha nos primeiros momentos, mas a iniciativa ofensiva de nuestros hermanos acaba por não dar em qualquer situação perigosa. Tudo controlado pela defesa portuguesa.

17 horas - INÍCIO DA 1.ª PARTE! 
Espanha sai a jogar.

---------------

Com o aquecimento concluído, está tudo pronto para o arranque da partida. Estamos a minutos de um jogo que é aguardado com muita expectativa em Baku, mas não só. Os portugueses têm os olhos postos nas televisões para acompanhar a decisão.

Os onze eleitos de Hélio Sousa para a final desta tarde acabam por ser os jovens que foram merecendo a confiança ao longo de toda a prova. Só houve mais alterações no empate com a Bélgica, quando Portugal já tinha o apuramento para os quartos-de-final garantido.

---------------

Portugal-Espanha, 17 horas

8KM Arena, Baku (Azerbaijão)

Árbitro: Petr Ardeleanu (República Checa)

PORTUGAL: Diogo Costa; Diogo Dalot, Diogo Leite, Diogo Queirós e Rúben Vinagre; Gedson Fernandes, Quina e Florentino; João Filipe, Mesaque Dju e José Gomes.
Suplentes: Luis Maximiano, Luis Silva, Miguel Luis, Thierry Correia, João Lameira, Rafael Leão e Mickael Almeida

Treinador: Hélio Sousa.

ESPANHA: Peña; Robles, Brandariz, Subias e Zabarte; Morlanes, Busquets, Mboula, Díaz e García; Ruiz.
Suplentes: Adrián, Martín, Ujía, Calderón, Lozano, Millán e Aliaga.

Treinador: Santi Denia

---------------

Já são conhecidas as equipas oficiais! Sem quaisquer surpresas dos dois lados.

---------------

Boa tarde! É já daqui a pouco, às 17 horas, que Portugal vai à procura de glória, quando discutir a final do Europeu Sub-17 com a Espanha. A formação orientada por Hélio Sousa que tem feito uma campanha sensacional no Azerbaijão - 14 golos marcados e... zero sofridos -, pelo que a confiança está em alta na comitiva nacional. Esta é a primeira vez que Portugal chega à final desde 2003, quando superou... precisamente nuestros hermanos (2-1), então em Viseu.

Para se perceber o brilhantismo da caminhada portuguesa até ao momento, basta olhar para os resultados. Tudo começou com a goleada ao Azerbaijão (5-0), seguindo-se o triunfo sobre a Escócia (2-0) e o empate com a Bélgica (0-0). Na fase a eliminar, os jovens craques 'atropelaram' a Áustria (5-0) e bateram a Holanda (2-0).

Por seu turno, Espanha também tem feito uma campanha de grande respeito. A roja bateu a Holanda (2-0), empatou com a Sérvia (1-1) e superou Itália (4-2) na fase de grupos. Nos 'quartos', Espanha eliminou Inglaterra (1-0), seguindo-se a vitória contra a poderosa Alemanha (2-1).

Frente a frente vão estar os melhores marcadores da prova. De um lado vai estar José Gomes, avançado do Benfica e uma das principais figuras da seleção orientada por Hélio Sousa. A jovem estrela já leva sete golos na competição, seguido de Abel Ruiz, dianteiro do Barcelona, que tem quatro tiros certeiros.

Siga o direto aqui!
Por Pedro Gonçalo Pinto
13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Europeu Sub 17

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M