Na qualidade de capitão da Seleção Nacional Sub-17, Diogo Queirós foi um dos jogadores que expressaram a felicidade pela histórica conquista do título europeu. No regresso a Portugal, o central do FC Porto explicou qual foi a receita para o sucesso da formação orientada por Hélio Sousa.

"Foi o culminar de três anos de trabalho e estamos muito felizes com esta conquista. Para se vencer tem de se acreditar e ter fé. Acreditámos a 100 por cento uns nos outros. A chave é a união. Somos uma verdadeira família, ajudamo-nos todos os dias uns aos outros. Em campo torna-se tudo mais fácil", referiu o defesa, titular em todas as partidas disputadas pela equipa das quinas em Baku, no Azerbaijão.

Quanto aos objetivos futuros, Diogo Queirós deixa a certeza de que tanto ele como os colegas têm um caminho promissor pela frente. "Não posso prever o futuro, mas sei que cada jogador nesta seleção vai dar o máximo para atingir os seus objetivos. A seleção A é o objetivo e sonho de todos os jogadores. Acredito que todos nesta seleção têm grande qualidade para chegar lá acima", rematou.

Autor: Pedro Gonçalo Pinto