Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Recompensa final para grupo unido

Abdu Conté salienta prémio merecido e João Queirós promete que vão dar tudo amanhã

• Foto: Carlos Gonçalves
Já falta muito pouco para ter início a 25ª final portuguesa numa competição internacional de seleções. Para os jogadores, chegar até aqui é um prémio merecido, mas a verdadeira recompensa será fazer de 15 de julho um novo ‘Dia de Portugal’. "Estar aqui foi fruto do nosso esforço. Passámos por muitas dificuldades, mas a qualidade e união do nosso grupo foi recompensada", começou por referir Abdu Conté, em declarações ao site da FPF.

"A Inglaterra é uma equipa forte fisicamente, com jogadores que podem fazer a diferença de um momento para o outro. Vamos tentar fazer que não o consigam neste jogo", acrescentou o defesa do Sporting. "Portugal é um país habituado a grandes finais. É só mais uma que vamos tentar vencer. Queremos entrar na história", concluiu, recordando o facto de a formação das quinas nunca ter vencido esta prova (quando ganhou a prova era sub-18).

João Queirós também está confiante para a grande final, mas lembra que em campo estarão duas equipas com muita vontade. "É um jogo que toda a gente deseja participar", admitiu. "Uma final é um jogo em que toda a gente vai dar tudo, vai morrer pela equipa, cada um vai querer representar o seu país da melhor maneira possível", acrescentou. Agora há que "recuperar bem" e "não pensar em demasia" no duelo. "É preciso estarmos calmos. Há um pequeno nervosismo, mas quando o árbitro apitar tudo passa e é focarmo-nos para ganhar", rematou, garantindo que apesar das saudades da família só tem um pensamento: "O maior presente que posso dar-lhes é levar o caneco." *
Por Cláudia Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Europeu Sub 19

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M