Diogo Jota foi o capitão da Seleção Nacional de sub-21 no triunfo (2-1) sobre a Suíça, em Paços de Ferreira, e não deixou de destacar a importância de conquistar os três pontos, embora admitindo que Portugal sentiu algumas dificuldades.

"O importante era vencer. Marcámos cedo, mas depois falhámos várias oportunidades e um penálti. Acabámos por sofrer um bocadinho", frisou o jogador do Wolverhampton, que apontou o segundo golo da equipa das quinas, em declarações à CMTV, antes de lembrar o facto de ter regressado a Paços de Ferreira: "Foi ótimo voltar à Mata Real, estádio de um clube que me é muito especial."