A Costa do Marfim não conseguiu melhor do que um nulo na visita ao Mali e pode perder este sábado a liderança do Grupo C da qualificação africana para o Mundial'2018 caso a seleção de Marrocos vença na receção ao Gabão - os costa-marfinenses têm oito pontos, mais dois do que os marroquinos e três do que os gaboneses.

Em Bamako, as ausências do portista Marega, nos anfitriões, e do sportinguista Seydou Doumbia nos visitantes - os dois avançados estão lesionados -, ajudam a explicar a falta de golos, numa partida que ditou o fim do sonho maliano em estar na Rússia. Com apenas três pontos (fruto de outros tantos empates) em cinco jornadas, o Mali já está a cinco pontos dos costa-marfinenses.

Quando à Costa do Marfim - que contou esta sexta-feira com Konan (V. Guimarães a titular) -, apesar de poder perder a liderança para Marrocos, tem a vantagem de receber os marroquinos na derradeira jornada, agendada para 5 de novembro.