A comissão de disciplina da FIFA multou a seleção gabonesa, esta quinta-feira, por ter alinhado com Merlin Tandjigora, jogador do Belenenses, e Mario Lemina, dos ingleses do Southampton, que estavam castigados, no embate com a seleção costa-marfinense, em Libreville, que os visitantes viriam a vencer por 3-0, com dois golos de Doumbia, do Sporting.

De acordo com a decisão, o Gabão foi multado em seis mil francos suíços (cerca de 5,2 mil euros) e declarado derrotado do jogo, a 2 de setembro, sem que isso altere a classificação do grupo C da qualificação africana para o Mundial'2018.

A 12 de setembro, o comité executivo da federação gabonesa suspendeu o seu secretário-geral, Jean-Félix Mba Nze, por ter ignorado a notificação da FIFA sobre o castigo dos jogadores.

A Costa do Marfim lidera o grupo com sete pontos, mais um do que Marrocos e mais dois do que o Gabão, que, com o regressado Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia Dortmund, defronta Marrocos, em Casablanca, no sábado, num encontro decisivo para a qualificação para o Mundial.

Autor: Lusa