Primeiro a meia-final de que Fernando Santos falava, depois a final. José Fonte partilha da ideia do selecionador nacional no que aos jogos decisivos da Seleção diz respeito e foca toca a atenção no encontro com Andorra (sábado, 19H45) antes de pensar no derradeiro jogo com a Suíça, na Luz.

"Não podemos meter a carroça à frente dos bois. Queremos encarar o jogo com a Suíça com a obrigatoriedade de ganhar e de nos qualificarmos, mas antes temos um jogo com Andorra que é preciso ganhar. Todos sabem que gostams de jogar no Estádio da Luz, onde temos tido sucesso, mas o principal é encarar este jogo com Andorra da melhor maneira", afirmou o central português esta quarta-feira em conferência de imprensa, mostrando-se muito crítico em relação ao facto da Seleção ir jogar em piso sintético em Andorra.

E sublinhou as dificuldades: "Todos os jogos de Andorra em casa foram complicados para as equipas que foram lá. Ganharam à Hungria, a Suíça ganhou 2-1 lá e foi um jogo extremamente difícil... Nós esperamos também um jogo extremamente difícil e estamos preparados para esse jogo. Sabemos que temos de estar ao nível deles no sacrifício, no querer, e depois a qualidade que temos tratará do resto. Temos de chegar lá com muita força e determinação e só assim conseguimos ganhar o jogo".

Autor: Sofia Lobato